Category Archives: Novidades

  • 0

Dicas para estudar na Itália!

A Itália tem tradição em cursos das áreas de moda, arquitetura, design e artes e, por isso, está nos planos de estudantes brasileiros que pretendem se especializar em uma delas.

Há cursos de graduação e de pós-graduação renomados em diferentes cidades do país, como Roma, Florença, Milão e Turim.

Dentre as universidades, mais de cem são públicas e apenas uma minoria é formada por instituições particulares. Elas têm autonomia financeira e didática e oferecem diferentes cursos de graduação e de pós-graduação (mestrado, especialização e doutorado).

As universidades públicas não são completamente gratuitas, há uma taxa anual de matrícula que varia conforme a renda da família. A taxa mais alta, do curso de medicina, pode alcançar os 2.000 euros*.

Um curso de pós-graduação em gerenciamento de moda e marcas de luxo no Istituto Marangoni, em Milão, custa 27 mil euros*, com acomodação em quarto individual em apart hotel. O curso dura nove meses e tem como pré-requisito apresentar proficiência em inglês (Toefl ou Ielts), portfólio e tradução do diploma de ensino superior.

São diferentes as regras e documentos para se matricular nos diferentes cursos de graduação e pós-graduação. Para saber os procedimentos, consulte o site da Embaixada da Itália.

Idioma com moda

A nova tendência dos cursos de línguas é atender a nichos específicos (idioma para arquitetos ou idioma com esporte, ou ainda idioma com gastronomia). Na Itália, é possível fazer um curso de italiano com moda, de duração de um mês, com 20 aulas por semana, acomodação em casa de família, quarto individual, meia pensão e taxa de matrícula, por cerca de 2.700 euros*, segundo a STB.

Já um curso tradicional, com os mesmos serviços inclusos, sai por cerca de 1.800 euros*.

Italiano no ensino médio

Somente brasileiros com cidadania europeia e nível intermediário do idioma poderão realizar o colegial nesse país. Há pacotes de um semestre ou de um ano. Os preços partem de 5.480 euros*, segundo a STB.

Todas as escolas que participam do programa funcionam em um sistema integral, ou seja, as aulas começam por volta das 8h e terminam por volta das 16h. Quando o intercambista retorna ao Brasil, o tempo que ele ficou fora é validado e eles continuam o colegial normalmente.

Viajar é parte do aprendizado

É parte do aprendizado fazer pequenas viagens dentro do país. Entre as principais cidades estão Roma (capital), Florença, Turim, Milão, Gênova, Veneza, Verona, Nápoles, Parma, Bolonha e Palermo.

Roma é um museu a céu aberto, abriga uma série de monumentos arquitetônicos da antiguidade, além de um valioso patrimônio artístico no Vaticano -Estado independente, pertencente à Igreja Católica e localizado no centro da capital.

Mais ao sul, próximo à cidade de Nápoles, a Itália exibe uma das vistas mais deslumbrante da Europa -a Costa Amalfitana. A costa, que se estende por 50 quilômetros, mostra o contraste entre o mar azul escuro, rochas e hotéis charmosos encostados nos penhascos.

Florença tem a Galeria Uffizzi como uma de suas principais atrações. No museu, é possível ver algumas das pinturas e esculturas mais famosas do mundo.

Milão, núcleo da moda e centro econômico do país, também é repleta de monumentos históricos. Vale visitar o Duomo e o teatro La Scala.

Siena poderia ser apenas uma das cidades medievais da Itália, mas é também um centro turístico que atrai visitantes de todo o mundo, especialmente durante a famosa corrida de cavalos chamada Pálio de Siena.

Verona é a maior cidade da região do Vêneto e uma das mais românticas da Itália, ao lado de Roma e Veneza. Foi cenário da famosa tragédia de William Shakespeare, Romeu e Julieta. Possui um anfiteatro romano, mais antigo que o Coliseu (Roma), onde é apresentado um importante festival de ópera durante o mês de agosto.

Veneza é suja e lotada de turistas durante a maioria dos meses do ano. Mesmo assim, encanta pela beleza de seus canais e monumentos históricos. No centro da cidade, fica a exuberante Praça São Marcos.

* Clique para converter o valor em real (R$)

FONTE: http://educacao.uol.com.br/intercambio/italia


  • 0

Conheça a Itália

Category : Novidades

A gesticulação e o jeito de falar exagerados, tão tipicamente italianos, são ênfases que combinam à perfeição com a infinidade de atributos que podemos, sem medo de passar do ponto, relacionar a esse país. Com uma história de quase 3 mil anos, da qual faz parte um dos períodos que definem a linha do tempo ocidental – o Império Romano –, a Itália oferece a seus visitantes cerca de 100 mil monumentos que ajudam a dar um panorama desse legado.

De uma ponta a outra da adorável “bota” não faltam catedrais, palácios, fortalezas, importantíssimos sítios arqueológicos e incontáveis e sublimes obras de arte. Um festival de encantos que, como os deliciosos vinhos da terra, está pronto para ser degustado com a abundância que a tradição italiana manda – as refeições aqui podem ter até seis etapas –, mas pouco a pouco, no mais perfeito estilo slow food. Em poucos lugares do mundo pode-se apreciar tamanha diversidade e apuro no preparo do que em Bolonha, capital da Emilia-Romagna (e não estamos só falando do clássico molho a bolonhesa, aliás ragù bolognese).

Como se tamanha generosidade de história, cultura e gastronomia não fossem suficientes, a Itália é um país de infindáveis e belíssimas paisagens, dono de uma eclética gama de opções turísticas. Você escolhe: relaxar em charmosos vilarejos, deslizar sobre a neve dos Alpes, tomar sol dependurado em casinhas típicas sobre o mar na Costa Amalfitana… Ou então ver de perto maravilhosas cidades que são espetáculos arquitetônicos como Veneza, Florença e Roma. Completamente distintas entre si, elas são o símbolo de um país histórico, porém razoavelmente jovem, com apenas 150 anos de idade. Antes disso, era um país fragmentado em reinos e repúblicas, uma divisão até hoje sentida nos dialetos, cozinha (pasta, polenta ou arroz?) e debates econômicos.

Parada no tempo em povoadinhos da Sicilia ou cosmopolita em Milão, urbana em Gênova ou romântica em San Gimignano, a Itália é terra para todos os gostos e sonhos. De bicicleta pelos campos da Toscana, de barco ao longo de seu belo litoral ou a bordo de um possante esportivo empurrado por um V12, curta as grandes e pequenas atrações, pare onde lhe der na cabeça e viva um país maravilhoso.

  • População: 60.789.000 hab
  • Código de área: +39
  • Fuso horário: 4h (horário de Brasília)
  • Localização: Europa
  • Moeda: Euro
  • Como ligar para o Brasil: 800-172-211 (Embratel)
  • Visto: Não é necessário.
  • Embaixada no Brasil: SES, Qd. 807, lote 30, Brasília (DF) – (61) 3442-9900 – www.ambbrasilia.esteri.it

FONTE: http://viajeaqui.abril.com.br/paises/italia


  • 0

Dolceacqua

Entre o mar e a montanha, envolto a uma vegetação mediterrânea com flores que exalam um gostoso e agradável perfume, encontra-se um dos Borgos Medievais mais famosos da Liguria.

Seu nome na tradução, Água Doce, descreve numa simplicidade o que é este pequeno vilarejo com quase mil anos de história. É um lugar fascinante que transporta seus visitantes no tempo. Ao percorrermos suas ruelas, temos a sensação de estarmos dentro de um filme de época.

claude-monet-640x360

“Dolceacqua” ficou mais conhecida com a visita ilustre do pintor Claude Monet que chegou à Liguria em companhia de seu amigo Renoir no final de 1883. Monet ficou fascinado com a beleza da região e assim decidiu prolongar a viagem. No ano seguinte, imortalizou este cenário numa de suas obras, E desde então, este Borgo serve de inspiração para muitos artistas.

dolceacqua-bridge